Novo trabalho discográfico de Nelo Carvalho, chegará ao público a 6 Junho de 2015 [Saiba +]

Reencontros”, faz parte da trilogia iniciada pelo artista, há 2 anos. É um álbum de continuidade, mas assume um caminho próprio, onde o repertório escolhido e o talento do cantor e autor, se sobrepõem às nossas expectativas, deixando-nos a vontade de ouvir repetidamente as músicas, pela interpretação, pelos arranjos musicais arrojados, pelo ritmo e pelas belas melodias.
Novo trabalho discográfico de Nelo Carvalho, chegará ao público a 6 Junho de 2015Tal como o álbum “Encontros”, editado em 2013, as músicas deste trabalho são viagens entre países, pessoas e géneros musicais, mostrando mais uma vez trajectórias nunca negadas pelo cantor, com caminhos e escolhas feitas com convicção, sem medos, que nos mostram tão só a nossa, formação musico-cultural. Nós somos esta mistura de gostos e géneros, que se abrem para além dos nossos territórios, ouvindo a nossa música - a nossa! - de Angola, com o semba, kilapanga, rebita, bolero angolano, etc., com outros “sons” também “nossos”, vindos do Brasil, Portugal, Cabo Verde, Cuba, Santo Domingo ou América, vestidos de samba, bossa nova, fado, morna, coladera, salsa, bolero, jazz, afro jazz. latin jazz, merengue, bachata ou blues, sem medo, sem receio de assumir o gosto pela música de outros, como nossa fosse, não temendo assumi-la, sem perdermos os traços mais profundos de nossa identidade.
Nelo Carvalho, assume esse compromisso consigo próprio, oferecendo neste trabalho, os gostos do seu universo, presenteando-nos com estas viagens feitas de versatilidade e pelo gosto de “gostar” de toda a música.
“Reencontros”, conta-nos 15 “estórias musicais” que nos divertem logo que iniciamos a escuta. É tal a versatilidade e abrangência, que se torna inevitável gostar. Também aqueles que apreciam um “pezinho de dança”, são contemplados com temas fortes que não os deixarão indiferentes.
Participaram generosamente, Rui Veloso e Jorge Fernando (Portugal), Bonga e Mindo Monteiro (Angola), Eunice Vieira e Tó Alves (Cabo Verde), Tanya Saint Val (Guadalupe), Luanda Cozetti (Brasil), a quem se juntaram solistas e arranjadores de nomeada, como Pedro Jóia, Kim Alves, Luíz Avellar, Paulo Borges, Jacob Desvarieux, Miguel Nuñez, Ivan Souza, Jorge Cervantes, Jorge Fernando e um conjunto de músicos excelentes, que cumpriram com profissionalismo e entrega ímpares.
Nelo Carvalho é um artista maduro, consagrado por todos nós. Com “Reencontros”, cresce ainda mais, por tal forma que nos obriga a exigir mais de outros artistas.
“Reencontros”, confirma o álbum “Encontros”. Eleva-o. Prova que há trabalho, nada foi obra do acaso, que há substância e solidez nas escolhas criativas.
Será que da próxima vez ainda lhe vai ser possível melhorar ou ir mais alto?
Só Nelo Carvalho pode dizer. A Música e a Cultura angolanas, merecem... o Público agradece e aplaude!


Previous
Next Post »

Video do Mês

Recebe promoções nossas no Facebook! Clica Gosto!

Queres meter isto no teu website? Clica aqui!